canal teatro mf logo

O melhor do teatro está aqui

Search

CADUCA: O QUE DEVEMOS LEMBRAR

Teatro J. Safra – 28 de janeiro – domingo – 11h

Sinopse

É um espetáculo teatral inspirado em uma história real e comovente. Baseado na trajetória das atrizes Lizette Negreiros e Cleide Queiroz em 1968, quando viajaram de Santos para São Paulo para participar do teste de elenco da montagem histórica “Morte e Vida Severina”, dirigida por Silney Siqueira para a Companhia Paulo Autran. A peça conta a história de uma mulher idosa, a Caduca (interpretada por Theodora Ribeiro), que, em 1968, viu o anúncio do teste de elenco, mas não teve coragem de fazer o teste. Agora, décadas depois, Caduca é uma mulher idosa que apresenta sintomas de demência senil. Remexendo em seus pertences, ela reencontra o anúncio da audição e decide que, mesmo tardiamente, quer fazer essa viagem para participar do teste que sempre sonhou. Durante essa jornada, Caduca é acompanhada por duas figuras simbólicas: a Mulher que não foi (interpretada por Eliane Weinfurter) e a Morte (interpretada pela poeta surda Yanna Porcino), que adiciona uma dimensão poética e reflexiva à narrativa.

Ficha Técnica

Direção e dramaturgia: Cintia Alves
Elenco: Theodora Ribeiro, Eliane Weinfurter, Yanna Porcino
Direção de Arte: Jeff Celophane, Karla Pessoa, Vlad Victorelli, Magno Ladeira
Direção Musical: Juliana Keiko Foto: Geraldo Lima
Realização: GRÃO – Arte e Cidadania & Museu Vozes Diversas

Serviço

Classificação: livre.
627 lugares
Indicação: infanto-juvenil
Duração: 50 minutos
Acessível em Libras: Audionarração para pessoas cegas

28 de janeiro, 11h

Teatro J. Safra
Rua Josef Kryss, 318 – Barra Funda – São Paulo – SP

Escanear o código